Histórico

Histórico - IQSC

  • 1950

    As origens de um Instituto de Química em São Carlos remontam à criação da Escola de Engenharia de São Carlos cujos cursos continham um núcleo fundamental com disciplinas de química, matemática, física e mecânica geral. No final desta década, Sérgio Mascarenhas Oliveira, na cátedra de Física Geral e Experimental da Escola de Engenharia de São Carlos, deu início à constituição de um grupo de pesquisas em Física dos Sólidos, trazendo para trabalhar com ele vários jovens pesquisadores, dentre eles o casal Mabel e Edson Rodrigues.



  • 1960

    Surgem os primeiros laboratórios de pesquisa em química da USP em São Carlos, no edifício Casa D’Itália, localizado no centro da cidade e que hoje abriga o Centro de Divulgação Científica e Cultural da USP (CDCC). Em 1964 a cátedra de Mecânica Geral consolidou-se sob o comando de Edson Rodrigues. No final da década houve uma reforma universitária e as cátedras começaram a ser substituídas por Departamentos de Ensino e Pesquisa.



  • 1970

    Têm início as atividades de pós-graduação, com a implantação do programa de mestrado em Físico-Química em 1971 e do programa de doutorado na mesma área em 1976. No âmbito da reforma universitária, é criado em 1972 o Instituto de Física e Química de São Carlos, com dois Departamentos, um dos quais o Departamento de Química e Física Molecular, encabeçado por Edson Rodrigues e constituído a partir da cátedra de Mecânica Geral e englobando a parte de química da cátedra de Química e Mineralogia. Em 1973 têm início as atividades do curso de Bacharelado em Química, que formou seus primeiros alunos em dezembro de 1976. No final da década, a infraestrutura de ensino e pesquisa em química começa a ser transferida da Casa D’Itália para um novo edifício construído dentro do Campus da USP, hoje denominado Q1, e parte da infraestrutura administrativa é instalada em um edifício localizado fora do Campus, na Rua Princesa Isabel.



  • 1980

    As atividades na área da química continuam em franca expansão. Com novas contratações de docentes, as atividades dos grupos de pesquisas não só se intensificam como se diversificam. Em 1984 têm início as atividades de pós-graduação na área de Química Analítica, em nível de mestrado, e em 1989 é implantado o nível de doutorado. No mesmo ano tem início o curso de Licenciatura em Química.



  • 1990

    Em 1990 é criado o Departamento de Físico-Química, consequência da ampliação do corpo docente e diversificação das atividades de pesquisa. Em 1992, em parceria com o Instituto de Física e Química de São Carlos e o Instituto de Ciências Matemáticas de São Carlos, é criado o curso noturno Interunidades de Licenciatura em Ciências Exatas com habilitações em química, física e matemática, curso esse que vem a substituir o curso de Licenciatura em Química, o qual é então extinto. Em 19 de maio de 1994 é criado o Instituto de Química de São Carlos (IQSC) a partir da divisão do Instituto de Física e Química de São Carlos, constituído pelos departamentos de Química e Física Molecular (DQFM) e de Físico-Química (DFQ), tendo como seu primeiro Diretor o Prof. Dr. Ernesto Rafael González.



  • 2000

    Em 2002 a infraestrutura administrativa do Instituto é totalmente transferida para a área do Campus e em 2009 o IQSC inicia a construção de seu primeiro edifício na área 2 do Campus da USP em São Carlos. O quadro docente é significativamente ampliado, modernizando e diversificando ainda mais as atividades de pesquisa. Em 2004 o curso de Bacharelado em Química é reformulado com a criação das ênfases Ambiental, Alimentos, Materiais e Gestão de Qualidade, e o número de vagas anuais oferecidas é ampliado de 40 para 60. Em 2005 o IQSC comemora a milésima defesa em seus programas de pós-graduação. Em 2009 ocorre uma grande modernização na pós-graduação, com a unificação dos programas de Físico-Química e de Química Analítica em um único programa de pós-graduação em Química com 3 áreas de concentração: Química Analítica e Inorgânica, Química Orgânica e Biológica e Físico-Química.



  • 2010

    Na primeira metade desta década, o corpo docente passa por uma substancial renovação com a aposentadoria de alguns docentes e as contratações para reposição. Em 2015 o curso de Bacharelado em Química celebra a formação de seu milésimo bacharel.



  • Hoje

    O IQSC permanece na vanguarda no ensino e na pesquisa. Seu curso de graduação tem recebido 5 estrelas nas avaliações anuais do Guia do Estudante da Editora Abril e seu programa de pós-graduação mantém-se com a nota máxima na avaliação CAPES. Na pesquisa, o IQSC continua, ano após ano, como uma das duas Unidades da USP com maior produção científica per capita. O parque de equipamentos de pesquisa do IQSC passa atualmente por uma significativa renovação e ampliação com equipamentos de última geração e os docentes contratados há menos de dez anos já vem se consolidando fortemente em suas áreas de pesquisa. Tudo isso projeta ótimas perspectivas para o futuro do Instituto.



Mídias

Histórico do Instituto de Química de São Carlos (Edson Rodrigues e Mabel de M. Rodrigues)