Uso da biomassa como bloco de construção voltado para síntese orgânica

Após passar por tratamentos químicos e físicos, as substâncias originadas da biomassa (qualquer tipo de matéria orgânica de origem vegetal ou animal utilizável para fins energéticos), podem ser utilizadas como blocos de construção versáteis em síntese orgânica. Posteriormente, tais substâncias são convertidas em uma variedade de produtos químicos com grande relevância e valor agregado para as indústrias farmacêuticas, alimentícias e tecnológicas.

A doutoranda Camila Souza Santos explica que “a biomassa é uma alternativa atraente para a síntese orgânica, pois além de ser uma matéria prima de baixo custo, é ambientalmente amigável e renovável”.

Durante o seminário que profere no Instituto de Química de São Carlos (IQSC), no dia 15 de junho, a aluna discutirá “algumas aplicações das plataformas moleculares constituídas por ácido levulínico, gama-valerolactona, furfural e seus derivados visando suas aplicações como bloco de construção em síntese orgânica”, informa.

Camila é orientada pelo professor Antônio Carlos Bender Burtoloso, coordenador do Grupo de Síntese Orgânica do IQSC.

Seminário
Uso da biomassa como bloco de construção voltado para síntese orgânica
Camila Souza Santos (IQSC-USP)
15 de junho de 2018, 10 horas, no anfiteatro térreo do edifício Q1 do IQSC
Av. Trabalhador São-carlense, 400 – área 1
Gratuito e aberto aos interessados
Resumo e inscrições: www.iqsc.usp.br/eventos
Contato: (16) 3373-9909

Por: Sandra Zambon (Comunicação IQSC)
Imagem: Camila Santos (IQSC)

Notícia cadastrada por SANDRA APARECIDA ZAMBON DA SILVA
O conteúdo da notícia é de inteira responsabilidade do autor.