2ª edição do “Cientista por um Dia” recebeu alunos da E.E. Conde do Pinhal

Na última sexta-feira, 05 de outubro, o Instituto de Química de São Carlos recebeu a visita do professor de Química Claudio Adrião Goyano e de 24 de seus alunos do segundo e terceiro anos da Escola Estadual Conde do Pinhal, de São Carlos – SP, em mais uma edição do projeto “Cientista por 1 Dia”.

Alunos da E. E. Conde do Pinhal – “Cientistas por um Dia”. Foto: Sandra Zambon (IQSC)

Os alunos foram recebidos pela presidente da Comissão de Cultura e Extensão Universitária do IQSC e idealizadora do projeto, professora doutora Maria Olímpia de Oliveira Rezende, e pelo Vice-Diretor da Unidade, professor doutor Hamilton Varela.

O professor Hamilton saudou os alunos e agradeceu a iniciativa do professor Claudio, em trazer os alunos para participarem do projeto. Falou do papel da universidade e enfatizou o compromisso social da mesma em retribuir o investimento feito pela sociedade. A professora Maria Olímpia agradeceu a visita e lembrou que o professor Claudio foi seu aluno e afirmou “fico feliz em saber que ele faz o que gosta e que está contribuindo para que os jovens escolham a carreira de forma consciente” e acrescentou “é importante que acordem na segunda-feira com vontade de ir para o local de trabalho, porque estão fazendo o que gostam”.

O Vice-Diretor, professor Hamilton Varela, recebeu os jovens e destacou o papel da universidade. Foto: Sandra Zambon (IQSC)

A Presidente da Comissão de Graduação, professora doutora Eny Maria Vieira, falou brevemente sobre o curso de Bacharelado em Química do IQSC e as várias possibilidades de carreira. Também enfatizou a importância de persistir quando se sabe o que quer e de ser feliz na profissão.

A seguir, com todas as luzes apagadas, “Marie Curie” (Tauane Ybarra) abriu o Show da Química: “Quero luz!”

ACS USP Student Chapter: alunos do Bacharelado em Química com a professora Eny Vieira. Fotos: Sandra Zambon (IQSC)

Após o show, os integrantes do Grupo ACS USP Student Chapter revelaram a química por traz das “mágicas” realizadas, discutindo as reações químicas envolvidas. Também conversaram sobre: as possibilidades oferecidas pela USP em apoio à permanência estudantil e também na formação do aluno, dificuldades enfrentadas durante o curso, vida universitária, apoio docente entre outros temas que surgiram através de perguntas.

Na sequência, os alunos ganharam uma caneca para utilizarem durante o almoço no restaurante universitário.

Thais Rapeli do terceiro ano, disse estar gostando do projeto e que já participou de atividades desse tipo: “é bem interessante, porque se aprende bastante”.

Seguindo, conheceram a biblioteca da Instituição, sendo guiados pela Chefe do Serviço de Biblioteca e Informação da Unidade, Sra. Solange Puccinelli onde, além da possibilidade de acesso aos variados títulos que são referência na área de Química, é possível encontrar espaços para estudo, conversa, descontração e interação.

Conhecendo a Biblioteca do IQSC. Foto: Sandra Zambon (IQSC)

À tarde, antes de iniciarem as experiências no Laboratório de Ensino, os alunos receberam orientações sobre as normas de segurança dentro do laboratório e vestiram avental e óculos de proteção. As atividades foram realizadas com orientação dos alunos do Grupo PET – Programa de Educação Tutorial do IQSC e constante supervisão da professora Maria Olímpia e apoio dos técnicos do laboratório.

 

Celulares registraram as experiências. Fotos: Sandra Zambon (IQSC)

Finalizando a tarde, conheceram a Central de Análises Químicas Instrumentais (CAQI) do IQSC, ouviram as explicações do doutor em Química, Paulo Jorge Cordeiro, sobre os equipamentos de análise à disposição dos profissionais e das empresas. “É possível fazer inúmeras análises, desde testes de doping até a determinação de contaminantes de águas dos rios e alimentos”, afirmou. “Nossos alunos têm contato e operam estes equipamentos desde a graduação”, complementou e surpreendeu os alunos, ao afirmar que “nos próximos dias vamos receber um equipamento que é o segundo no mundo todo”. A afirmação refere-se ao novo espectrômetro de massas que está sendo instalado no IQSC nesta segunda-feira, 08 de outubro, e é capaz de, entre outras análises, fazer a elucidação de moléculas de maneira mais precisa do que os equipamentos atuais.

Na Central de Análises Químicas e Instrumentais. Foto: Sandra Zambon (IQSC)

Letícia Budeu (que nas fotos está de cabelo colorido) está no terceiro ano e pretende cursar Direito, mas disse que “valeu a pena ter vindo participar do projeto porque foi uma ótima experiência e me fez ver o dia-a-dia dos alunos”.

Professores Eny Vieira, Claudio Goyano, Maria Olímpia e Hamilton Varela. Foto: Sandra Zambon (IQSC)

O professor Claudio parabenizou a instituição e a Comissão de Cultura e Extensão Universitária, através da professora Maria Olímpia, pela oportunidade oferecida. “Acredito que a partir da experiência vivenciada na universidade, o conhecimento de seus espaços e das possibilidades que a universidade oferece, o jovem reconhece a função da Instituição e vê que é possível fazer parte desse meio. Com vivências desse tipo, mostramos que o ensino superior é acessível”.

Escolas interessadas em participar do projeto devem enviar e-mail para ccex@iqsc.usp.br tendo como título “Cientista por um dia”, contendo informações sobre a escola solicitante e a lista de alunos que participarão do evento. Informações adicionais podem ser obtidas na página da CCEx – clicando aqui

Por Sandra Zambon (Comunicação IQSC)

Notícia cadastrada por Sandra Aparecida Zambon da Silva
O conteúdo da notícia é de inteira responsabilidade do autor.